Mais uma indicação do Luis

Anúncios

=_)

As coisas bonitas provindas do Conchinha

“Eu quero poder viver umas 5 vezes ..
Então eu renasceria em 5 cidades diferentes …
Eu me encheria com coisas diferentes e deliciosas 5 vezes cada …
Eu teria 5 empregos diferentes ..
E então nessas 5 vezes …
Eu me apaixonaria pela mesma pessoa …”

“Eu se fosse a chuva, poderia unir meu coraçao ao de outro alguém? Assim como ela une eternamente distantes céu e terra”

“Uma flor que já secou não pode florescer uma segunda vez.
Nem as pessoas, nem os pássaros e nem os insetos, mesmo as estrelas que tanto brilham.
A vida é algo unico.
Então temos que fazer dela algo maravilhoso”
Perdi aquela que eu achei mais bonita, mas tá valendo..Te adoro.. (L)

Meu momento…

Esses dias em casa de molho, minha cabeça parece que luta contra mim, é incrível.

Mas as coisas fluem, apesar de ser muito chato ficar com a perna pra cima, tem me sido de muita valia, afinal de contas, penso e repenso, faço coisas que não faria, leio mais, estudo mais, em casa eu sempre fui de ficar, mas também há os pontos negativos, mas esses nem penso.rs.

Os amigos de verdade, reconheço agora, vem me vistar, se preocupam, é bacana quando isso acontece que dá pra avaliar melhor e reconsiderar a importância que damos no outro, é sempre um processo de aprendizagem, a vida é um aprendizado.

O chato é que nem na terapia estou tendo como ir, mas é positivo também porque eu mesmo estou fazendo o processo de pensar nos meus atos, nos meus vícios, nas minhas excentricidades.

Há uma que insiste em persistir, naquilo que deveria ser raiva, desconsolo, mas é o inverso. É hora de reconstruir, de mudar velhos hábitos e os projetos.

Há sempre uma alternativa, quando parece não haver mais nenhuma, há caminhos pra um coração livre, como há rotas para corações partidos, há de se aprender a conviver alegramente com a própria solidão, eu li isso numa reportagem hoje.rs.

Na verdade eu gosto do meu silêncio, das minhas coisas, do meu tempo e do meu espaço, isso me agrada, há sim a minha preoucupação por parte do coletivo, com meus familiares e amigos, mas mesmo assim há o tempo pra mim, o que posso ser ou fazer se não estiver bem comigo mesma? Nada!

Estar ao lado de alguém não basta, tem que  haver muito mais que pele, tem que ter paciência, respeito e compreensão, tem que haver afinidades, o fazer valer a pena, tem que ser aplicado quando se há possibilidades, pois as  paixões ao mesmo tempo que cegam , ferem.

Todos queremos nos apaixonar, mas será que realmente estamos ” disponíveis”, será que estamos ” prontos” pra viver a intensidade que desejamos ? São perguntas pertinentes, pra um sentimento que não pede RG e muito menos conhecimentos gerais.

A  paixão surge e te avassala, há várias alternativas, vivê-la, agir no banho maria, que é preferível que nem seja adotada, ou então desistir.

Quando se estás no olho do furacão não há alternativa, há um fogo que está te pegando, te consumindo, ou você aproveita, ou se lamenta e não tira nada de proveito, a não ser os resquícios de medo que carregas desde quando nasceste.

O medo é indispensável, mas em demasia é inútil, há de se viver e não de se omitir, de amar e não se esconder, de preferir sorrir a chorar, há de se fazer valer a pena, viva enquanto pode não seja um póstumo vivo.

 

Flores no deserto

Um dia
Posso até pagar por isso
O impossível é meu mais antigo vício
Ou então
Um delírio do meu coração
Que vê as coisas
Onde as coisas não estão

Tão certo
Como flores no deserto
Real
Como as miragens da paixão

Havia
Inocência em seu sorriso
Enquanto caminhava rente ao precípicio
Estava calmo
Por acreditar em perfeição
Tal qual o tolo da colina na canção

« Older entries