Rancor

Sorvo o líquido indolor

de uma cicatriz dilacerante,

fruto de uma razão claudicante,

que se revela sem pudor.

Na falácia de um sorriso edificante

reveste-se todo o desamor,

disseminada em uma vida insignificante,

permeada por rancor.