Soneto de bolero

Te fantasio num bolero

Nos passos rítmicos do ardor

te tocando com esmero,

no mais apaixonante fervor.

No embalo quente te venero,

Melodia triste, emana dor,

Nos teus braços me externo,

coerograficamente sem pudor

Silenciosamente o fim da dança espero,

enquanto meus olhos expõem o albor,

embora retinente, porém sincero e singelo amor.

Confesso que um beijo roubado quero,

beijo roubado tem mais calor,

teu beijo roubado no bolero meu amor, oh se quero!

 

Anúncios

1 Comentário

  1. Dani said,

    fevereiro 27, 2012 às 12:01 am

    pois eh! amor caliente!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: